Itororo.net, o site da cidade de Itororó, em Bahia (Brasil)
Restaurante e Pizzaria Vitrine

Traduzir WEB

 Ago   Setembro 2018   Out

DSTQQSS
   1
  2  3  4  5  6  7  8
  9101112131415
16171819202122
23242526272829
30 
Julianna Walker Willis Technology

O Tempo

O mais lido

Fome Zero
Doe sangue, doe vida

Denúncia o Desmatamento!

Vigie a Amazônia e proteste contra a destruição da floresta
DIGA NÃO a dengue e a malária
Banner
Monitored by eXternalTest
Jul
02
2009
Estudo da OIT mostra dificuldades dos jovens entre 15 e 24 anos no mercado de trabalho PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Noticias - Trabalho e Saúde

Organização Internacional do Trabalho (OIT)Uma parte significativa da juventude brasileira apresenta grandes dificuldades de conseguir uma inserção de boa qualidade no mercado de trabalho. Frequentemente esta inserção é marcada pela precariedade, o que torna difícil a construção de trajetórias de trabalho decente. Elevadas taxas de desemprego e de informalidade e os baixos níveis de rendimento e de proteção social evidenciam essa dificuldade. Em termos relativos, os jovens brasileiros apresentam taxas de desocupação e informalidade superiores à média e níveis de rendimentos inferiores.

Estas são algumas das principais conclusões do relatório “Trabalho Decente e Juventude no Brasil” que está sendo divulgado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e elaborado no contexto do Projeto de Promoção do Emprego de Jovens na América Latina (PREJAL/OIT). De acordo com o relatório, 67,5% dos jovens entre 15 e 24 anos estavam desempregados ou na informalidade em 2006.

Os dados – que têm como base a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) de 1992-2006 – apontam que o déficit era maior entre as mulheres jovens (70,1%) do que entre os homens jovens (65,6%). O índice também era mais acentuado entre jovens negros (74,7%) do que para jovens brancos (59,6%).

As jovens mulheres negras, portanto, viviam o que a OIT considera “situação de dupla discriminação” – de gênero e de raça. O desemprego e a informalidade alcançavam 77,9% das pessoas que pertenciam ao grupo.

Para a diretora do Escritório da OIT no Brasil, Laís Abramo, os números podem se agravar ainda mais diante da crise financeira e econômica. Ela lembrou que o Brasil vive, atualmente, um processo de geração de empregos formais, mas em ritmo muito inferior ao que vinha sendo registrado nos últimos anos.

Segundo ela, os avanços na agenda de emprego para a juventude foram importantes, mas as desigualdades regionais, de gênero e de raça permanecem. Laís acredita que o desafio consiste não apenas em elevar os graus de escolaridade no país ,mas em melhorar a qualidade da educação.

A pesquisa indica que 7% dos jovens brancos tinham baixa escolaridade e que o número mais do que dobrava (16%) quando o recorte era para jovens negros. Em relação à jornada de trabalho praticada pelos 22 milhões de jovens economicamente ativos, 30% trabalhavam mais de 20 horas semanais, o que, em muitos casos, prejudicava o desempenho escolar.

Há uma espécie de círculo vicioso: o jovem não entra no mercado porque não tem experiência, mas para ter experiência ele precisa estar dentro do mercado. Medidas de aprendizagem, por exemplo, são importantes para romper essa barreira de entrada”, avaliou Laís Abramo.

Trabalho InfantilPara marcar a divulgação do relatório, a OIT, em conjunto com a Secretaria Nacional de Juventude da Secretaria-Geral da Presidência da República e o Ministério do Trabalho e Emprego, está realizando a Oficina Técnica sobre Trabalho Decente para a Juventude, nos dias 01 e 02 de julho. O objetivo da Oficina é iniciar uma reflexão sobre a Agenda de Trabalho Decente para a Juventude. O coordenador do Projeto Regional de Promoção de Emprego de Jovens na América Latina (PREJAL), Javier Marquez, fez um apresentação sobre o tema. No Brasil, cerca de 1.000 jovens já foram beneficiados por programas desenvolvidos por diversas empresas que atuam no País.

A edição do Decreto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de 4 de junho de 2009, que dispõe sobre a criação de um Comitê Executivo Interministerial para a construção do Plano Nacional de Trabalho Decente do Brasil e que institui um subcomitê para a elaboração da Agenda Nacional de Trabalho Decente para a Juventude.

A elaboração do documento foi discutida, ao longo dos últimos meses, em uma série de jornadas técnicas realizadas com representantes do governo, de organizações de empregadores e de trabalhadores e membros do Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE).

Fonte: OIT

 

Comentários (0)add comment

Escreva seu Comentário
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
menor | maior

security image
Escreva os caracteres mostrados


busy
 
Itororo.net, o site da cidade de Itororó, em Bahia (Brasil)
Restaurante e Pizzaria Vitrine
"

Conhecimento real é saber a extensão da própria ignorância.

"

Confúcio


Get Adobe Flash player

Ultimos comentarios

Eu usei capiloton era um produto muito bom eu tenha queda de cabelo por causa de produtos químicos usei usei capiloton ótimo
▸ 28/02/18 11:16 Mais...

Se alguém esta passando por isso e quiser saber como acabei com a minha coceira me manda um e-mail eu explico direitinho!
▸ 21/08/15 21:43 Mais...

Mas eu quero os nomes das tribos que vivem no DF >:(
▸ 02/03/15 14:06 Mais...

8)Olá! Sou o Evandro Neves, compositor, arranjador e produtor musical, atualmente estou trabalhando em um projeto pop rock, quem já ouviu...
▸ 11/09/14 15:11 Mais...

Visitas em nosso site

mod_vvisit_counterHoje :154
mod_vvisit_counterOntem :229
mod_vvisit_counterSemana :1518
mod_vvisit_counterUltima Semana :1795
mod_vvisit_counterMês :5462
mod_vvisit_counterUltimo Mês :9378
mod_vvisit_counterTotal Visitas :2116272

Em linha: 9
Seu IP: 54.198.142.121
,
Hoje: 21-09-2018 15:34
SISTEMA DE RASTREAMENTO DE OBJETOS dos Correios

Itororó.net
Todos os direitos reservados.
 Copyright © 2007-2012 Itororó - BAHIA
  Política de PrivacidadeValidatión CSSValidatión XHTML 1.0Designed by
.