Itororo.net, o site da cidade de Itororó, em Bahia (Brasil)
Restaurante e Pizzaria Vitrine

Traduzir WEB

 Mai   Junho 2017   Jul

DSTQQSS
   1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
252627282930 
Julianna Walker Willis Technology

O Tempo

O mais lido

Fome Zero
Doe sangue, doe vida

Denúncia o Desmatamento!

Vigie a Amazônia e proteste contra a destruição da floresta
DIGA NÃO a dengue e a malária
Banner
Monitored by eXternalTest
Sep
10
2008
O Gestor no Processo de Fundação de Itororó PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
História - Biográfia
Escrito por Miro Marques   
Qua, 10 de Setembro de 2008 13:26

Coronel João Borges da Rocha Neto

João Borges da Rocha Neto, filho de senhor de Engenho no município de Estânciase, passou sua infância e adolescência na terra natal. Com a abolição da escravatura o engenho que herdara de seu pai, que já tinha sido do seu avô, ficou de fogo morto. João Borges, jovem de visão futuristas, não via mais quaisquer pespectivas de vida no sertão sergipano, então decidiu pegar o que restou de sua herança que era algumas cabeças de gado e vender para aventurar a vida em outras pirambeiras.

Com esse pensamento, no inicio dos anos 10, do século passado, acompanhado do seu amigo João Alves de Andrade. seguiu viagem rumo a Itabuna, Sul da Bahia, onde o destino lhe reservaria um futuro promissor. Desembarcando do navio no porto de Ilhéus verificaram que o dinheiro havia se acabado, mas como o destino era Itabuna, os jovens aventureiros seguiram viagem a pé até aquela cidade grapiuna, a procura de um tio de João Borges que era Coletor Federal e genro do Sr. Paulino Vieira, morador antigo da cidade de Itabuna e bastante conceituado junto ao coronelismo do sul Baiano. Paulino Vieira era também proprietário de um grande armazém de secos e molhados e foi ali que os dois Joãos conseguiram emprego. 

Tempos depois, por transação comercial, João Borges adquiriu o armazém em que trabalhava, mas João Alves continuou com ele, a partir dali, como seu patrão. As coisas melhoraram, João Borges ganhou muito dinheiro e começou a investir na agricultura da região.

O novo comerciante fornecia mercadorias o ano inteiro para os agricultores da região e só recebia o pagamento no fim do ano, muitas vezes, com a produção agrícola: cacau, café, cereais, etc. Com a renda do comércio de secos e molhados e o lucro dos produtos que recebia como pagamento das mercadorias fornecidas, João Borges, ficou muito rico, adquirindo várias propriedades rurais que, a maioria delas, ainda pertence a seus herdeiros.

Casou-se com dona Marieta Ribeiro Borges, com quem teve duas filhas: Maria de Lourdes e Nair Borges. João Borges era também coronel do cacau quando resolveu criar gado. Mas o Sul do Estado da Bahia era literalmente frio para este tipo de investimento. Naquela época estava começando o desbravamento da região colônia lugar propicio para um bom criatório . Foi então que João Borges enviou o seu companheiro de viagem, amigo e colega de trabalho. agora, também administrador das suas fazendas, João Alves de Andrade, a região do Colônia para lhe comprar bastante hectares de terras.

João Alves gostou da região e adquiriiu mais 3.500 hectares de floresta e titulou-os em nome do coronel e seus familiares. Formando ali a fazenda Cabana da Ponte que mais tarde tornou-se modelo na região do colônia e deu origem a fundação de Itororó.

Imediatamente o Coronel importou gado do Uruguai e cedo formou seu plantel PO de raça zebuina. Foi também pioneiro em criatório de bubalinos na região, esses animais muitas vezes, enfileirados, percorriam algumas ruas da cidade, causando medo a população, porém, sem atacar quem quer que seja, eles retornavam a Fazenda.

A Fazenda Cabana da Ponte sempre teve de tudo para melhorar a condição de vida dos trabalhadores: Canavial, engenho, fabricação de cachaça, vaca de leite, laticinio produzindo requeijão, manteiga e queijo, criatório de porcos, tudo isso, tinha com fartura.

As pessoas carentes recebiam leite e outros produtos de graça, todo o dia, o ano inteiro, também eram fornecidos derivados de leite e toucinho para o Colégio das Freiras em Salvador, gratuitamente.

Uma vez por mês era abatida uma vaca e distribuida com a pobreza. Isto, sem falar do grande número de empregados, contratados pela Fazenda Cabana da Ponte, que defendiam ali o sustento e o futuro da familia.

 

Comentários (1)add comment

Abmar Figueiredo said:

Caro Miro,
Parabéns pelo texto sobre a formação da familia de João Borges na região, sobretudo em Itororó.
abraços
Abmar Figueiredo
 
reportar abuso
-
setembro 14, 2008
Votos: +0

Escreva seu Comentário
quote
bold
italicize
underline
strike
url
image
quote
quote
smile
wink
laugh
grin
angry
sad
shocked
cool
tongue
kiss
cry
menor | maior

security image
Escreva os caracteres mostrados


busy
 
Itororo.net, o site da cidade de Itororó, em Bahia (Brasil)
Restaurante e Pizzaria Vitrine
"

Defeitos não fazem mal, quando há vontade e poder de os corrigir.

"

Machado de Assis


Ultimos comentarios

Se alguém esta passando por isso e quiser saber como acabei com a minha coceira me manda um e-mail eu explico direitinho!
▸ 21/08/15 21:43 Mais...

Mas eu quero os nomes das tribos que vivem no DF >:(
▸ 02/03/15 14:06 Mais...

8)Olá! Sou o Evandro Neves, compositor, arranjador e produtor musical, atualmente estou trabalhando em um projeto pop rock, quem já ouviu...
▸ 11/09/14 15:11 Mais...

Caro amigo Moro em Curitiba com minha mãe, que é baiana orgulhosa de Itabuna.As vezes conversamos da boa época em que ela morou(anos 50...
▸ 15/06/14 15:01 Mais...

Visitas em nosso site

mod_vvisit_counterHoje :30
mod_vvisit_counterOntem :292
mod_vvisit_counterSemana :1004
mod_vvisit_counterUltima Semana :2542
mod_vvisit_counterMês :9399
mod_vvisit_counterUltimo Mês :10214
mod_vvisit_counterTotal Visitas :1984653

Em linha: 15
Seu IP: 54.196.107.244
,
Hoje: 28-06-2017 02:25
SISTEMA DE RASTREAMENTO DE OBJETOS dos Correios

Itororó.net
Todos os direitos reservados.
 Copyright © 2007-2012 Itororó - BAHIA
  Política de PrivacidadeValidatión CSSValidatión XHTML 1.0Designed by
.